Marcoke.com - marketing multinivel, marketing de rede, renda extra, negocios e oportunidades, franquia
 
HOME PAGE MARKETING MULTINÍVEL PARCERIAS DIVULGUE +300 BUSCADORES CONTATO Bookmark and Share


 

 

Publipt! Clique Aqui!

 

 

 
1. Legislação sobre o MMN
2. Sobre o Marketing Multinível
3. MLM - A Profissão do Século XXI
4. SEBRAE Recomenda o MMN
5. Mais Informações sobre Vendas Diretas


1. Legislação Referente ao Marketing Multinível

De acordo com Lei nº 556 “O Marketing de Rede é um sistema de distribuição, ou forma de Marketing, que movimenta bens e/ou serviços do fabricante para o consumidor por meio de uma ‘rede’ de contratantes independentes”.

Empresas de distribuição multinível são aquelas que comercializam produto por intermédio de comerciantes ou distribuidores que, por sua vez, patrocinam outros, recebendo pagamentos baseados sobre as vendas realizadas pelos patrocinados.

As leis brasileiras não proíbem tal sistema de distribuição, sujeitando-se quem dele se utiliza às normas legais a que estão sujeitas as empresas em geral.

Os pagamentos correspondentes às vendas feitas pelos patrocinados estão sujeitos ao recolhimento do imposto de renda na fonte, bem como, no caso de pessoa física, à contribuição para o Instituto Nacional de Seguridade Social.

PLANO DE MARKETING DE REDE

Marketing Multinível, também conhecido como Marketing em rede, venda direta funciona quando os próprios consumidores indicam outros consumidores, e quando ganham algo por isso.

Marketing de Rede é uma espécie de franquia pessoal, ou seja, ao invés de pagar R$ 100.000,00 pela taxa de franquia no mercado tradicional, o empreendedor paga um valor bem menor no MLM. Esse é inclusive bem pequeno, em torno de R$30 a R$150 na maioria dos casos. Entretanto, a grande maioria das empresas, cria pacotes de ingresso que incluem determinada quantidade de produtos. O cadastro como distribuidor, somado a esses pacotes de produtos, pode atingir um valor entre R$500 e R$10.000.

No marketing multinível após você formar sua rede, você criou uma gigante máquina automática para gerar renda alavancada e residual.

LEIS ANTI-PIRAMIDAIS

A Constituição Federal assegura o livre exercício de qualquer atividade econômica, fundada na valorização do trabalho humano e na livre iniciativa.

O Código Penal (Decreto Lei n° 2.848, de 07.12.1940) impõe limites à comercialização ao penalizar fraudes ou vantagens ilícitas, incluindo entre elas os sistemas piramidais ou correntes de felicidade.

1. Venda Direta

A venda direta deve ser entendida como aquela em que produto e serviço são apresentado diretamente ao consumidor, por intermédio de explicações pessoais e demonstrações.

2. Vendedor Direto

É uma pessoa que participa do sistema de distribuição de uma empresa de venda direta. Pode ser agente comercial independente, contratado por empreitada, revendedor ou distribuidor independente, representante empregado ou por conta própria, franqueado ou similar.

O vendedor direto no Brasil em geral é um revendedor autônomo e independente, que adquire produtos das empresas de vendas diretas e os revende aos seus clientes, com uma margem de lucro. Portanto, os revendedores possuem natureza jurídica de comerciantes.

Em conformidade com o Código Comercial Brasileiro (Lei n º 556, de 01.01.1850), podem ser comerciantes no País todas as pessoas que se achem na livre administração de suas pessoas e de seus bens e que não estejam expressamente proibidas pela Lei.

A partir da promulgação da Lei n º 6.586, de 06.11.1978, a venda direta pelo ambulante passou a ser disciplinada isoladamente, ficando confirmado o enquadramento do vendedor como comerciante ambulante.

A mencionada lei dispõe que "Considera-se comerciante ambulante aquele que, pessoalmente, por conta própria e a seus riscos, exerce pequena atividade comercial em via pública, ou de porta em porta" (art. 1o).

Ficou ressalvado no artigo 2º dessa Lei que não serão considerados comerciantes ambulantes, aquele que exercem atividades em condições que caracterizem a existência de relação de emprego com o fornecedor dos produtos.

Sistemas de Compensação

Quanto à forma de compensação, existem duas práticas:

a. Mononível: a margem de lucro do produto revendido. Nesta sistemática a revendedora compra o produto e o revende com uma margem de lucro média de 30% (mark up). Nesse sistema não há qualquer pagamento feito pelas empresas aos revendedores. Esta forma de compensação também é denominada “desconto”.

b. Multinível: a remuneração é paga pela empresa de venda direta ao revendedor que indicar outros revendedores. Neste caso, o revendedor exerce duas relações absolutamente distintas: a primeira de compra e venda (mononível) e a segunda de prestação de serviços de agenciamento em que recebe um bônus (multinível). Relação de Emprego O artigo 3o. da Consolidação das Leis do Trabalho (Decreto lei número 5.452, de 01.05.1943) estabelece os requisitos necessários para caracterizar a relação de emprego. O vendedor direto não possui relação de emprego com as empresas de vendas diretas.

Relação de Emprego

O artigo 3o. da Consolidação das Leis do Trabalho (Decreto lei número 5.452, de 01.05.1943) estabelece os requisitos necessários para caracterizar a relação de emprego. O vendedor direto não possui relação de emprego com as empresas de vendas diretas.

ENCARGOS PREVIDENCIÁRIO E TRIBUTÁRIO

O comerciante ambulante é considerado contribuinte obrigatório para fins previdenciários, nos termos da Lei n º 8.212, de 24.07.1991 e Decreto número 2.173 de 05.03.1997 e suas alterações posteriores, sendo obrigado a recolher contribuições para o Instituto Nacional de Seguridade Social calculadas com aplicação de alíquotas de 20%.

A inscrição do comerciante ambulante e o recolhimento das contribuições confere os benefícios da legislação previdenciária (aposentadoria, pensão aos beneficiários, auxílio-doença, salário-maternidade e outros).

LEIS DE LICENCIAMENTO

À exceção da Lei n º 6.586/78, do Código de Defesa do Consumidor e do Convênio ICMS 45/99, não existe uma legislação específica acerca da venda direta em âmbito federal, estadual ou municipal, a exemplo do que ocorre em outros países do mundo. Conforme artigo 170 da Constituição Federal Brasileira, a ordem econômica é fundada nos princípios da livre iniciativa e livre concorrência. Assim, o sistema de vendas diretas não é proibido no Brasil.

topo


2. Sobre o Marketing Multinível

O Marketing de rede nasceu na década de 40, criado por Carl Rhenborg um americano que estabeleceu modificações no sistema tradicional de vendas (Single-Level ou Uninível).

Atualmente possui mais de 35 milhões de pessoas envolvidas ao redor do mundo, crescendo a uma taxa de 11% ao ano.

Essa forma de divulgação de produtos e serviços faz com que estes cheguem diretamente aos consumidores sem a necessidade de intermediários e sem os custos de campanhas publicitárias, através de uma rede de distribuidores independentes.

Como cada distribuidor pode agenciar novos distribuidores, existe uma forte alavancagem do potencial de negócios. Isso permite à empresa distribuir parte de seus lucros em bonificações a esses distribuidores.

Esse é um negócio lícito, devidamente registrado em todos os órgãos competentes do governo brasileiro, com desconto de imposto de renda na fonte e é regido por princípios éticos, morais e legais em todo o mundo.

Essa forma de trabalho está revolucionando o planeta e atualmente responde por 25% do PIB dos EUA e 16% do PIB do Japão sendo que nos EUA, é a forma de trabalho que mais forma milionários e no Japão, onde já não existem mais as classes sociais C, D e E, esse negócio também é feito pelas classes A e B japonesa.

CitiBank, a Coca-Cola, a Colgate Palmolive, Gillete, Amex, American Express, Avon, IBM, Ford e centenas de outras empregam esse sistema pelo menos em alguns setores pela percepção de que é uma excelente forma de alavancar as vendas de produtos e serviços.

Neste sistema de trabalho, você convida APENAS QUATRO dos seus amigos ou parentes para participar do negócio e acompanha a evolução deles, de forma bem amistosa e tranqüila, até que eles saibam fazer o mesmo que você sendo que, esse trabalho pode ser feito nas horas vagas, em casa, pela internet em uma sala de conferencias ou pelo telefone e você também pode colocar sua esposa, filhos e outros parentes para lhe ajudar.

Seguindo esse patamar, em SEIS MESES, você terá uma equipe de 5.460 pessoas, porque cada um dos seus convidados também chamou APENAS QUATRO outros convidados por mês. Vou repetir, você convidou apenas 04 pessoas e em seis meses tem 5.460 associados.

Com 5.460 associados no seu negócio você vai receber uma renda mensal de R$5.000,00, mais um carro zero km de R$50.000,00, mais uma residência no valor de R$150.000,000,00 , mais plano de saúde, plano odontológico, cartão alimentação, mais assinatura de TV por satélite, mais seguro de vida, mais eletrodoméstico e mobiliário ou seja, você mudou a sua qualidade de vida com um investimento de R$50,00 e quatro pessoas. SIMPLES E FÁCIL, não?

Essa é uma oportunidade de suplementar a sua renda familiar ou mesmo gerar toda a renda familiar através de uma baixa taxa de adesão, R$50,00, com uma pequena matriz forçada, de apenas seis níveis de profundidade, ou seja, 4x4 até seis níveis.

Você ainda pode acompanhar o seu negócio no site da empresa, através de um programa que faz tudo para você, ou seja, acompanha o crescimento da sua rede e confere o seu nível de bônus mensal.

Com as transformações que o mundo vem sofrendo, com a substituição do trabalho humano, há uma tendência das pessoas procurarem novas alternativas para não dependerem exclusivamente de seus empregos. Além disso, há também uma corrida ao chamado trabalho domiciliar (home based business).

Network Marketing têm-se destacado como uma das formas de negócios mais promissoras, pois não exige altos investimentos nem experiência anterior e pode ser desenvolvida tanto em tempo parcial como integral.

Ao contrário de países como Japão e Alemanha, não existe no Brasil uma lei específica que direcione o marketing multinível, estando sujeito, portanto à mesma legislação seguida pelas empresas de outros segmentos. Como está ligada à venda direta, a prática é hoje observada de perto pela ABEVD.

Veja o que o diretor de Novos Negócios da Associação Brasileira de Empresas e Vendas Diretas (ABEVD) e sócio da consultoria especializada Direct­biz, Marcelo Pinheiro, comenta: "essa é uma chance de ser um empresário e ganhar dinheiro com baixo investimento". Segundo ele, as leis brasileiras impedem que o distribuidor assuma algum compromisso com o fornecedor, evitando, dessa forma, a constituição da conhecida pirâmide, enquadrada como estelionato. "Portanto, esse negócio é completamente legal."

Pinheiro afirma que, para ser bem sucedido, o revendedor precisa combinar uma grande rede de consumidores com a formação de uma equipe eficiente abaixo dele. 0 interessado deve, necessariamente, procurar um distribuidor que já atue na área para indicá-lo.

Para ter acesso a essa atividade, o interessado deve ter 18 anos ou mais. Não existe necessidade de abrir uma microempresa, pois os vendedores atuam como pessoas físicas autônomas.

Atualmente o network marketing movimenta mais de 90 bilhões de dólares e possui mais de 35 milhões de pessoas envolvidas ao redor do mundo, crescendo a uma taxa de 9% ao ano.

É cada vez maior a aceitação desta estratégia de vendas diretas. Empresas tradicionais como o CitiBank, MCI, Sara Lee, Gillete, Colgate Palmolive, Amex, e centenas de outras empresas, estão empregando este sistema para alavancar as vendas de produtos e serviços.

Para os especialistas em vendas, o network marketing é um sistema que permite levar produtos da indústria para o consumidor sem passar pelo varejo tradicional. Para os que nele trabalham, o network marketing é acima de tudo uma oportunidade de ganhar dinheiro, suplementar a renda familiar e realizar sonhos pessoais. Por isso, o network marketing atrai pessoas ambiciosas, dotadas de iniciativa própria e dispostas a trabalhar longas horas para alcançar os seus objetivos.

Com as transformações que o mundo vem sofrendo, há uma tendência crescente das pessoas procurarem novas alternativas de renda para não dependerem exclusivamente de empregos. Além disso, há também uma corrida ao chamado home based business. As pessoas querem trabalhar mais juntos da família, não perder tempo e saúde com trânsito e poderem aproveitar melhor o seu tempo, querem mais qualidade de vida.

Dentre estas atividades baseados de sua casa o Network Marketing tem se destacado como uma das mais promissoras, pois não exige altos investimentos, experiência anterior e pode ser desenvolvida tanto em tempo parcial como integral.

Em 1992, conforme dados da WFDSA (Word Federation of Direct Selling Association) apenas 6% destes empreendedores trabalhavam 40 horas por semana. E destes 50% ganhavam mais de US$ 50.000 por ano e 10% estavam ganhando mais de US$ 100.000 por ano, fazendo do Network Marketing uma das profissões que melhor remuneravam em todo o mundo.

O Brasil é o 9º maior país do mundo em uso da Internet, tendo, em junho de 2001, 14 milhões de usuários, dos quais 4 milhões acessam a Internet pelo menos uma vez por semana, o que faz do Brasil líder na América Latina, seguido pelo México (1,5 milhão) e Argentina ( 1 milhão).

Dentre os usuários de Internet, 9,8 milhões tem seu próprio PC em casa, 54% são homens e 72% são das classes sócio-econômicas A e B. Em 1999 15% dos usuários de Internet compraram alguma coisa via comércio eletrônico e as decisões de comprar pela Internet são fomentadas principalmente pelo boca a boca (98%).

A possibilidade de desenvolver o seu próprio negócio, sem os altos investimentos que seriam necessários em um negócio tradicional (escritório, ponto, aluguel, estoque, empregados, administração, contabilidade, impostos, etc.), toda transação comercial de cada membro de sua organização é feita diretamente com a companhia, todo o suporte logístico e administrativo é fornecido pela empresa que lhe envia mensalmente um relatório completo de todo o movimento de sua organização e você tem total independência, pois não há vínculo empregatício com a sua companhia de network marketing.

Além disso você pode escolher dedicar suas horas livres a seu negócio trabalhando em paralelo com a sua atividade atual, ou trabalhar em tempo integral. Os ganhos são determinados pelo seu comprometimento e próprio esforço a curto prazo que leva a um crescimento de seus grupos sem limites, e uma vez iniciado a formação de sua organização você poderá usufruir do poder do network marketing gozando do benefício da renda residual e alavancada a longo prazo.

Renda alavancada é um conceito financeiro normalmente conhecido pelas pessoas ricas. John Paul Getty, o primeiro bilionário americano, sempre dizia: "Eu sempre prefiri trabalhar com 1% dos esforços de 100 pessoas do que trabalhar com 100% de apenas meus próprios esforços".

O network marketing é como comprar uma franquia pessoal. O investimento financeiro gira normalmente em torno de R$ 100,00 a R$ 300,00 referentes ao seu kit de cadastramento e material didático. Para se obter sucesso exige-se trabalho árduo e paciência, porém como em qualquer outra atividade, o sucesso não ocorre por acaso.

O network marketing de uma empresa de sucesso é um sistema de negócios baseado num modelo de comprovada eficácia, acompanhar os treinamentos e seguir este modelo passo-a-passo é fundamental para se alcançar seus objetivos.

Com a rápida evolução das grandes tendências atuais, percebemos que nem todas as informações estão ao nosso alcance, no sentido de acompanhar, de forma satisfatória, tal evolução, pois devido a sua grande extensão, alguns se empenham em focar num determinado assunto ou abranger um conhecimento superficial sobre questões relevantes do mundo atual.

Sendo o Marketing de Rede, também denominado Marketing Multinível, uma nova tendência da área de Marketing, pouco foi divulgado ou feito a respeito de um estudo mais aprofundado sobre o mesmo, de forma a torná-lo um assunto de corrente divulgação entre o meio empresarial, acadêmico e social.

Atualmente, este vem se tornando um assunto relevante e de interesse também dos meios de comunicação, ao fato de que dados atuais revelam o seu crescimento e um melhor entendimento sobre a sua forma de atuação, com resultados satisfatórios. Possivelmente pelo não entendimento da distinção entre pirâmides financeiras e Marketing de Rede, muitas pessoas se referem a ambos como sendo de mesma atuação.

Ocasionalmente, isso vem gerando ao sistema de Marketing de Rede problemas quanto a sua imagem devido à percepção que o público passa a ter a respeito deste como empresa inescrupulosa e sem ética.

Como o Marketing de Rede é uma forma de venda direta, também conhecido como Marketing Multinível ou venda direta multinível, vem-se comprovando que este é um método altamente eficiente e de sucesso para compensar os revendedores diretos pela colocação e distribuição de produtos e serviços diretamente aos consumidores.

A WFDSA - World Federation of Direct Selling Associations e as Associações de Venda Direta têm demonstrado, com os códigos mundiais de conduta, o compromisso de seus membros com práticas justas e éticas no mercado.

A WFDSA, fundada em 1978, é uma organização voluntária não-governamental que representa globalmente a indústria de vendas diretas como uma federação nacional de associações de vendas diretas (Direct Selling Association - DASs).

Existem, atualmente, mais de 50 DASs nacionais que participam da federação, sendo que em 1997 as vendas globais a varejo de seus membros foram estimadas em mais de 80 bilhões de dólares, com o trabalho de mais de 25 milhões de revendedores autônomos.

A WFDSA reconhece a necessidade de condutas éticas no mercado aprovando, em 1994, o Código Mundial de Conduta para a Venda Direta, o qual todas as associações nacionais precisam incluir em seus códigos nacionais.

O Código Mundial de Conduta em Vendas Diretas traz:

  • satisfação e proteção aos consumidores
  • proteção aos revendedores diretos
  • promoção de competição justa dentro dos moldes da empresa
  • representação ética das oportunidades de ganho da indústria

O código é uma medida que visa a auto regulamentação da indústria de venda direta.

Não há leis, mas o cumprimento do código requer um nível de comportamento ético que excede requerimentos legais nacionais.

Cabe, então, esclarecer exatamente a diferença entre pirâmide e o sistema de Marketing de Rede:

Pirâmide - Em um conceito básico, o sistema de pirâmide é um esquema de recrutamento de pessoas, gerando renda somente do recrutamento de novos membros e da cobrança de taxas, sem que nenhum produto ou serviço real seja movimentado.

Portanto, a recompensa ocorre apenas com a adição de novos participantes e com os investimentos destes, e não com a revenda ou a distribuição de produtos ou serviços com função comercial legítima. Sem sustento comercial, o número de recrutas disponíveis é finito e, aritmeticamente, recrutas posteriores possuem menor chance de enriquecer do que os promotores do esquema.

Conseqüentemente, este esquema tem vida curta, e os que por último ingressarem praticamente não possuem nenhuma chance de recuperar as suas taxas de inscrição ou de se beneficiarem com o esquema. Na falta de um produto real, tais esquemas tentam coagir as pessoas, garantindo serem empresas legítimas que operam um plano de Marketing de Rede.

Porém, os produtos de venda utilizados por este sistema não possuem nenhum valor de mercado por serem falsos certificados, programas de treinamento, assinatura de revistas, descontos ilusórios, tratamentos ineficientes e outros. As pessoas recrutadas adquirem estes produtos sem perspectivas de revenda ou possibilidade de devolução do valor pago por eles.

A evolução do Marketing de Rede, num contexto geral de Marketing, é a junção do Marketing de Relacionamento, que visa a qualidade do relacionamento com o cliente, e o Marketing Direto, que vem a ser o relacionamento direto entre vendedor e cliente.

Portanto, o Marketing de Rede possibilita o relacionamento direto do distribuidor (vendedor) com o cliente, de forma a manter uma qualidade de relacionamento entre ambos, pois tal sistema só se consagra com a permanência de um relacionamento direto a longo prazo.

O Marketing de Rede é um sistema de distribuição ou uma forma de Marketing que movimenta bens e serviços, do fabricante para o consumidor, por meio de uma rede de contratantes independentes.

É uma maneira de organizar e remunerar revendedores envolvidos em vendas diretas. Possui um plano de remuneração de vendas diretas no qual revendedores podem receber ganhos de duas maneiras. Primeiramente, revendedores podem receber compensações por suas revendas pessoais de produtos e serviços a consumidores.

Segundo, os revendedores podem ser remunerados pelas revendas ou compras de pessoas que ele próprio recrutou e patrocinou no plano, podendo também ser remunerado com base nas revendas do grupo ou da rede que foi recrutada e patrocinada por pessoas por ele previamente recrutadas. Portanto, é uma oportunidade para os revendedores estabelecerem o seu próprio negócio, revendendo bens e serviços e desenvolvendo e treinando uma organização ou uma rede de revendedores por eles patrocinados para fazerem o mesmo.

Sendo assim, uma companhia de distribuição multinível significa qualquer pessoa, empresa, corporação ou outra entidade de negócio que venda ou distribua um bem ou serviço por meio de agentes independentes, contratantes ou distribuidores, e tais participantes podem recrutar outros participantes.

Comissões, bônus, restituições, descontos, dividendos e outras considerações do programa são ou devem se pagas como resultado da venda de tal serviço, produto, recrutamento, ações ou desempenho de participantes adicionais. Um dos pontos-chaves para as empresas de Marketing de Rede tem sido inserir o foco no consumidor em todo o processo de desenvolvimento de produtos. Cada produto é criado e fabricado como se a empresa estivesse atendendo a um pedido de consumidor.

Por esta razão, o processo começa com uma avaliação detalhada para assegurar que o produto vai atender às necessidades e às expectativas do consumidor. Tal avaliação terá continuidade em cada estágio de desenvolvimento do produto, passando por pesquisa de mercado, análise e desenvolvimento de protótipos e testes com consumidores, até o produto final.

Tais empresas possuem uma equipe de profissionais altamente qualificados e treinados para atender às necessidades dos distribuidores, de forma a ajudá-los com todas as orientações necessárias para que o negócio se desenvolva cada vez mais. As mesmas apoiam seus distribuidores com um ativo programa de treinamento.

Além disso, os novos distribuidores recebem estímulos dos mais experientes, além de conselhos e de toda ajuda necessária para o início de suas atividades. Pouco a pouco, à medida que aprendem mais sobre os produtos, o plano de vendas e o Marketing da empresa, eles podem desenvolver os seus negócios independentes sobre uma base sólida e atingir o sucesso desejado.

O Marketing de Rede já atravessou várias fases desde que foi criado. Fases que o especialista Richard Poe chamou de ondas, e delimitou muito claramente em seus livros.

O Marketing de Rede nasceu nos anos 1940 nos Estados Unidos, quando o mundo era muito diferente. Tudo era controlado no papel, ninguém tinha a menor idéia do que se tratava, inclusive os legisladores. Não existia globalização, informática, Internet e celular.

Em 1970, tinha mais pirâmide do que empresa séria. As leis regulatórias começaram a ser criadas. A expansão internacional era muito tímida, e cada país tinha sua própria regra.

Em 1980, os sistemas de treinamento se profissionalizaram, com a disseminação de áudios e vídeos. A globalização começou a acontecer. As empresas colocaram todo o poder nas mãos dos líderes, que se excederam na forma de comunicar a mensagem.

Em 1990, a informática fez uma revolução. Os planos de marketing evoluíram. A Internet tornou tudo mais ágil e transparente. As empresas voltaram a ter maior controle sobre a mensagem e as redes globais explodiram. Ao mesmo tempo, tanta facilidade deu origem ao surgimento de fraudes virtuais e promessas ilusórias.

Em 2000, as grandes companhias de Marketing de Rede entenderam que o verdadeiro jogo está na imagem da marca e sua responsabilidade sobre a educação das lideranças. Perceberam também a importância de aproximarem suas relações com governos, imprensa e opinião pública, com o objetivo de explicar o que realmente fazemos, diminuir o impacto negativo e o ruído gerado pelos oportunistas.

Em outras palavras, tudo o que fizemos até aqui foi aprender como se faz, estruturar o negócio, criar alianças e limpar a casa.

Ainda não crescemos!

A Quinta Onda é, simplesmente, a superexposição do Marketing de Rede na mídia e em todos os lugares, o tempo todo! Acabou aquela brincadeira de gato e rato, porque não temos mais qualquer motivo para nos esconder de ninguém. Temos um negócio estruturado e somos respeitados por quem nos interessa, que são os governos, imprensa e opinião pública.

O que vai acontecer? É muito simples: todo mundo que nunca enxergou a força do Marketing de Rede, vai ficar com vergonha agora. E quem disser bobagem sobre isso, vai "pagar mico". O Marketing de Rede está virando moda e todo mundo vai querer!

Pode anotar: o Marketing de Rede que atualmente representa aproximadamente 6% das Vendas Diretas no Brasil, vai dar um salto para 60% em menos de cinco anos. Todas as empresas boas vão crescer em alta velocidade.

Quem entender isso agora, vai ficar muito rico!

topo


3. MLM, A PROFISSÃO DO SÉCULO XXI - O QUE VOCÊ VAI SER QUANDO CRESCER?

Esta é a pergunta que ouvimos durante toda nossa infância e adolescência. Já escolhemos ser bombeiro, policial, médico e professor, e o tempo foi passando e fomos mudando de opinião. No final, motivados pela sede de dinheiro ou pela vontade sei lá de quem, ingressamos numa faculdade de qualquer coisa. Afinal, precisávamos de um canudo pra conseguir um espaço no disputado mercado de trabalho.

Mais uma vez, nossa liberdade de escolha havia sido exercida, e agora pelo medo de pôr tudo a perder, nos sujeitamos a cumprir ordens dás 8:00 às 18:00h, sendo reféns de nossos salários, enquanto nossos filhos crescem sem pai e sem mãe e nós tentamos ingenuamente garantir-lhes um futuro mais próspero. Mas como? O mundo corporativo caminha para o "cada um por si e Deus por todos". A segurança no emprego morreu. A previdência social jamais conseguirá sustentar a massa de idosos aposentados que vem surgindo. E nós, ainda com uma idéia atrasada de empregabilidade, damos aos nossos filhos um exemplo de medo, dependência e mediocridade.

Será que estamos tentando recuperar o dinheiro e o tempo investidos? Afinal, foram pelo menos cinco longos anos dedicados aos estudos em uma faculdade. Pelo menos quatro horas por noite, e além disso investimos no mínimo R$ 700 por mês entre mensalidades, materiais e outras despesas que, capitalizados em cinco anos, com 1% ao mês, representariam hoje R$ 57.249.

E depois de tudo isto, espalhamos nossos currículos para conseguir uma vaga de emprego (salário inicial R$ 1.200). E sem garantia de crescimento e carreira. Afinal, garantia, carreira... "isto não te pertence mais", parafraseando uma humorista da TV.

Na verdade, toda esta conta não faz sentido se formos felizes com a profissão que escolhemos, mas a maioria de nós não está assim tão feliz, nem ao menos satisfeita. Muitos estão conformados. Não estão querendo lutar contra esta triste realidade.

Para aqueles que querem mudança, como eu quis há alguns anos atrás, existe uma nova profissão que atrai cada vez mais pessoas no mundo todo. O profissional de Marketing Multinível, ou de "Multi-Level Marketing". MLM´ers, como somos chamados. Existem até faculdades para isto nos Estados Unidos. Aqui no Brasil ainda não, e talvez por isto essa atividade profissional é ainda tão pouco conhecida, e muitas vezes mal interpretada.

O empreendedor de Marketing Multinível é um profissional autônomo, representante independente de uma determinada companhia, que tem como responsabilidade executar as tarefas de marketing e divulgação dos produtos e da oportunidade, e também dar treinamento aos novos empreendedores. É um trabalho que consiste em falar com pessoas e criar relacionamentos.

O MLM`er trabalha a partir de sua casa, do lado de seus filhos e de sua família, faz uso de telefone, Internet, e consegue criar gigantescos negócios ao redor do mundo, o que lhe permite obter altos rendimentos financeiros com uma qualidade de vida invejável.

Em suma, qualquer pessoa, independentemente de sua formação acadêmica ou cultural, posição social, credo, raça, pode ter sucesso como profissional de Marketing Multinível, pois o sistema é criado de tal forma que esta pessoa receberá sempre o apoio e treinamento de outros profissionais mais experientes para ajudar no desenvolvimento do seu negócio.

A dedicação de tempo também pode ser parcial, desenvolvendo em paralelo com outra atividade, até que os rendimentos superem a atividade que já possui.

Tomemos por base os mesmos cinco anos de estudos dedicados em uma faculdade. Se uma pessoa se dedicar por cinco anos, quatro horas por dia desenvolvendo seu negócio de Marketing Multinível, é muito provável que terá, no final de cinco anos, um rendimento superior a R$ 5.000 e que poderá crescer ainda mais, à medida que aumenta a sua organização de negócio. E com outra vantagem, além de não gastar praticamente nada para iniciar, estará ganhando no decorrer deste período de cinco anos.

Mas isto não é um proposta de enriquecimento rápido sem trabalho. Existe uma fórmula para ser bem sucedido como profissional de MLM. Uma receita para o sucesso. Acredito que esta receita também serve para qualquer outra profissão.

Eu chamo a minha receita de (3 P´s). E são estes os três ingredientes: paixão, profissionalismo e persistência.

Paixão: É o ingrediente da alma. É o entusiasmo pela atividade. É dormir e acordar pensando no seu trabalho e como fazê-lo melhor, e como servir a mais pessoas. É ter brilho nos olhos quando você fala de seus produtos e da companhia que representa. Você só poderá ter sucesso em MLM se gostar muito do que faz, da profissão que escolheu, da empresa que representa e dos produtos que oferece. Em MLM, não existe o medo do desemprego pra fazer você sair da sua zona de conforto e trabalhar. Só existe o otimismo, a vontade de conquistar a liberdade e realizar seus sonhos.

Profissionalismo: MLM pode ser feito em tempo parcial, você determina quando e quanto tempo vai empregar em seu trabalho. Contudo, mesmo que você tenha outra atividade paralela, deverá ter uma atitude profissional com relação ao seu negócio de MLM. Não poderá ter sucesso agindo de forma displicente, sem planejamento sem comprometimento com os resultados de suas próprias metas. Ser profissional é levar a sério sua escolha, organizar seu trabalho, sua agenda, seus contatos, seus treinamentos, enfim tudo o que o leva a crescer cada vez mais na profissão que você escolheu.

Persistência: É permanecer fiel à sua escolha até o fim, até alcançar seus resultados. É não desistir nunca. É usar cada obstáculo como degrau para alcançar seus objetivos. Persistência é o ingrediente da mente. Olhe ao seu redor, todas as pessoas de sucesso persistiram em seus sonhos. Dia após dia, ano após ano, as pessoas bem-sucedidas foram se aprimorando, até que um dia... Aha!!! Chegaram ao sucesso. E os outros, os expectadores, chamam isto de sorte.

Se esta receita funciona para qualquer profissão e muito mais ainda para o Marketing Multinível

O Marketing Multinível proporciona algo que não existe nas outras profissões. É a renda alavancada. É aquela renda que advém não somente do seu próprio esforço, mas de uma multidão de pessoas que se criou porque você ajudou algumas pessoas com sua verdadeira vontade, e ensinou-as a serem bem-sucedidas.

Em que outra profissão você sempre se preocupa em ajudar e quer que seus colegas de trabalho, que são seus parceiros de negócios, cresçam na carreira tanto ou até mais que você?!

Em que outra profissão você pode alcançar resultados que normalmente levariam 30 anos em apenas 5 a 10 anos?

topo


4. SEBRAE Recomenda Marketing Multinível

O SEBRAE recomenda marketing de rede para novos empreendedores como grande oportunidade para quem não tem experiência e tem desejo de sobra para superar desafios.

SEBRAE/SC - Artigos para MPEs

Data Inclusão: 11/09/2003

Sobram vagas! Comece a pensar diferente e seja dono do seu próprio nariz

Você acredita que é possível ganhar de R$ 500 a R$ 3.000, trabalhando em casa? Provavelmente não. Afinal, tudo que parece bom demais para ser verdade, costuma não ser. De qualquer modo, você já deve ter notado a quantidade de anúncios classificados, panfletos, cartazes e outros meios de divulgação prometendo esses resultados por aí, não é mesmo? Eles estão por toda parte...

Então eu pergunto: por que há tanta gente envolvida nisso? Será que funciona? Será que é ilegal? Você gostaria de saber do que se trata? Se fosse uma oportunidade real de mudar a sua vida, você estaria preparado para aceitá-la? Ou descartaria de imediato, como vem sempre fazendo?

Eu não sei qual é a sua experiência nisso, mas recomendo que você baixe suas armas e preste muita atenção no que vou dizer: nem todos os anúncios têm a mesma origem. Portanto, não existe uma resposta fácil para qualquer dessas perguntas. Não dá para saber se a oportunidade é verdadeira pelo anúncio, simplesmente porque há inúmeras empresas usando estratégias parecidas para divulgarem seus negócios. Algumas são fraudulentas, outras mal-intencionadas... e muitas têm algo realmente bom a oferecer.

Parece óbvio, mas a grande maioria das pessoas se fecha às oportunidades que surgem por puro preconceito. Elas tiveram alguma experiência negativa ou escutaram alguém falar de negócios que não deram certo, e pensam que todas as oportunidades que existem se referem à mesma empresa, produto ou situação. Enfim, passam a vida inteira falando mal das pessoas que desenvolvem esse tipo de negócio, sem conhecer.

Não seja tão ingênuo. Que tal investigar um pouco mais sobre negócios domiciliares antes de assumir uma postura definitiva? Mesmo que você não se interesse em construir esse tipo de negócio, poderá ajudar os amigos e parentes que se envolverem.

O PRODUTO “OPORTUNIDADE”

Está claro que o desemprego chegou para ficar. Não apenas no Brasil, mas em todo o mundo, o mercado de trabalho vem sofrendo grandes transformações. Hoje, não se têm as mesmas garantias do passado e está cada vez mais difícil manter uma posição.

Diante deste quadro, quantas pessoas estão ociosas por falta de emprego? Faz sentido imaginar que o medo de perder o posto obriga àqueles que estão empregados a aceitarem condições piores de trabalho e salários mais baixos?

Ao mesmo tempo em que o trabalho formal vem sendo desvalorizado a cada dia, basta olhar para os lados para perceber a maior obsessão das empresas: conquistar e fidelizar seus clientes. São promoções, publicidade, condições de pagamento a perder de vista, enfim, vale tudo para sobreviver mais um dia nesse mercado.

Nunca, em qualquer tempo, tantas empresas surgiram e desapareceram tão rápido quanto agora. Ou seja, a competitividade que existe entre os seres humanos para conseguir empregos, é praticamente a mesma que as existe entre as empresas, para conseguir clientes.

Percebendo isso, alguns empresários resolveram unir o útil ao agradável. Eles começaram a oferecer oportunidades para as pessoas insatisfeitas com o mercado de trabalho formal, da seguinte forma: “quanto mais vocês me ajudarem a expandir as vendas, mais dinheiro eu estou disposto a pagar”. Criou-se, então, o produto “Oportunidade” para empreendedores autônomos de todo tipo: vendedores, treinadores, administradores e pessoas comunicativas em geral.

Faz sentido, não? Claro que faz!

O DISTRIBUIDOR INDEPENDENTE

Talvez você nunca tenha ouvido falar nesta profissão, mas já existem mais de um milhão de brasileiros trabalhando como Distribuidores Independentes. Não é incrível? Este é o mercado de Vendas Diretas, que faturou R$ 3,6 bilhões e cresceu 21% no último semestre, segundo a ABEVD – Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas.

O que os Distribuidores Independentes fazem? De um modo geral, apresentam os produtos e serviços dessas empresas para o maior número de pessoas possível. Fazem demonstrações, palestras e realizam vendas para começar, mas a atividade de vendedor costuma ser apenas o início do seu próprio negócio. É um ganho imediato que, dependendo da empresa, pode chegar tranqüilamente aos números divulgados por aí.

Basta fazer a conta: a maioria das empresas oferecem 30% de descontos sobre o preço sugerido à venda, para seus Distribuidores Independentes. Ou seja, um determinado produto que custa R$ 100 ao cliente final, é adquirido pelo Distribuidor por R$ 70. Dependendo da empresa, os números podem variar, mas o fato é que se você fizer apenas uma venda por dia, e vender de vinte a trinta itens no mês, irá movimentar algo em torno de R$ 2.000 em vendas ao cliente final, colocando no bolso aproximadamente R$ 600.

É pouco? Talvez seja pra você, mas eu sugiro que enxergue o mercado como um todo. Quantas pessoas no Brasil trabalham dia e noite para ganhar bem menos que isso? Quantas estão dispostas a trabalhar e não conseguem ser absorvidas pelo mercado formal? Quantas querem uma oportunidade para reconquistar sua auto-estima e sustentar suas famílias com dignidade? Milhões é a resposta.

Portanto, se você acha pouco receber R$ 600 sobre as próprias vendas, que tal receber R$ 1.500, R$ 3.000 ou até R$ 10.000 por recrutar e treinar essas pessoas?

Sim, como eu disse antes, a venda direta é apenas o início deste tipo de negócio. Todos começam realizando vendas pessoalmente, mas à medida em que se desenvolvem como líderes e formadores de equipes produtivas, os Distribuidores Independentes podem se tornar grandes empreendedores autônomos, gerenciando redes espalhadas por todo o País e pelo mundo.

Se você é um bom treinador, determinado a aprender as melhores técnicas e se aprimorar a cada dia, pode começar com cinco, depois dez, vinte, cem... até alcançar mil Distribuidores ativos em sua equipe, no prazo de dois a cinco anos. Considerando os números acima, você pode gerar um volume de negócios de R$ 2.000.000 mensais para a sua empresa. Se um dia você receber 1% disso, estamos falando em um ganho aproximado de R$ 20.000/mês.

Você pode alcançar resultados expressivos, mas o potencial de crescimento não é o mais importante. O fundamental é entender que todos começam do mesmo ponto, sem a necessidade de fazerem grandes investimentos. Ou seja, você pode iniciar um negócio domiciliar com apenas R$ 200 e, daqui a cinco anos, gerenciar um mercado de distribuição milionário. Só depende de você!

DICAS E ARMADILHAS

O sistema faz sentido e os números estão aí para provar que funciona. Em 2002, pouco mais de 1 milhão de brasileiros movimentaram o equivalente a R$ 6,9 bilhões. Nos Estados Unidos, foram mais de 12 milhões de distribuidores e US$ 28 bilhões em vendas.

O negócio de vendas diretas funciona e vai muito bem, obrigado!

Entretanto, é natural que nem todas as empresas deste setor sejam prósperas e vencedoras. Sabemos que nem todos os produtos comercializados têm qualidade compatível com os preços praticados, nem todos os profissionais são éticos... enfim, podemos encontrar os mesmos problemas em qualquer outra indústria.

Além disso, são comercializados diferentes tipos de produtos, nos segmentos de cosméticos, nutrição, cuidados pessoais, cuidados com a casa, roupas e praticamente tudo que você pode imaginar. Algumas empresas priorizam o ganho imediato e oferecem um plano de carreira mais simples. Outras, querem expandir rapidamente e valorizam o potencial de ganhos a médio e longo prazos. Ou seja, há oportunidades para todos os gostos. Cabe a você distinguir as melhores oportunidades para o seu perfil.

Uma sugestão que vale ouro: jamais se envolva em uma companhia sem conhecer e testemunhar a qualidade de seus produtos/serviços. Você precisa enxergar o valor do que está vendendo para o negócio funcionar ao longo do tempo. Qual o benefício real que você estará levando para as pessoas? O produto tem um preço compatível ou você está interessado apenas na oportunidade de ganhar dinheiro? Tenha a consciência limpa. Isso é indispensável para alcançar o sucesso pessoal e profissional.

Outra coisa: certifique-se de que a estratégia utilizada pela empresa e seus treinadores são sustentáveis e compatíveis com seus valores éticos. Infelizmente, existem empreendedores que cometem alguns abusos na tentativa de buscar atalhos para o sucesso. Além de não conseguirem resultados duradouros, acabam prejudicando o trabalho de quem atua corretamente.

Por exemplo, há Distribuidores Independentes que se utilizam da prática de SPAM (e-mail comercial não-solicitado) para promoverem suas oportunidades. Isso é uma forma errada de desenvolver qualquer negócio, pois além de comprometerem seriamente a própria imagem, prejudicam a empresa e os demais distribuidores. Para cada pessoa interessada, a prática de SPAM gera centenas ou milhares de descontentes, falando mal do sistema. Ou seja, é uma prática muito similar às queimadas que esgotam o solo rapidamente.

Portanto, se você deseja construir um futuro de sucesso, cuide bem de suas raízes. Respeite consumidores e parceiros potenciais, oferecendo algo de real valor. Não aumente, nem invente. A oportunidade de vendas diretas é muito positiva e funciona no tempo certo, se você estiver disposto a trabalhar e se desenvolver como profissional.

QUEM PODE FAZER?

Aí é que está o grande diferencial deste mercado. Todas as empresas de Vendas Diretas querem vender mais e oferecem estrutura para atender um número ilimitado de Distribuidores Independentes. Por isso, sobram vagas!

Além disso, por não haver qualquer limitação quanto à experiência, faixa etária, formação profissional, o mercado de vendas diretas acolhe todo tipo de pessoa. A única seleção que existe está relacionada a sua vontade de iniciar algo novo e investir o tempo necessário em seu próprio aprendizado. Se você quer, você pode!

Algumas pessoas podem iniciar seus negócios de venda direta em meio expediente, para não abandonarem sua fonte de renda principal. Depois, à medida em que os resultados aparecem, podem se dedicar mais e assim por diante.

Outra coisa importante: por lidarem com pessoas de origens tão diferentes, as empresas de vendas diretas investem muito em capacitação profissional. Todas oferecem cursos e materiais de apoio bem elaborados, que visam ensinar passo-a-passo o que você precisa para galgar os degraus do sucesso.

Neste mercado, não há privilégios para quem tem formação A, B ou C. O diferencial está na determinação de cada um. Pode ser até que uma pessoa com nível superior ou capital para investir comece um pouco mais rápido, mas essa diferença desaparece logo nos primeiros passos da caminhada. A prova disso é que as principais histórias de sucesso deste mercado são de pessoas que começaram da base, com pouco ou nenhum recurso.

A verdade é que não há ganho sem dor. Este é um negócio sério como outro qualquer. É preciso trabalhar com afinco e se desenvolver diariamente para chegar a algum lugar.

Fonte: SEBRAE SC

topo


5. Mais informações sobre Vendas Diretas


Site da Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas - www.abevd.org.br

Site da DSA (Direct Selling Association) sobre vendas diretas - www.directselling411.com (em inglês). Traz informações sobre o sistema e dados do setor.


topo



 


Afiliados Cursos 24 Horas - Ganhe Dinheiro com seu Site
Sistema de Afiliados - Cursos 24 Horas




















Atenção: Todas as imagens contidas neste site são meramente ilustrativas e qualquer semelhança com outro site e/ou meio de veiculação ou divulgação comercial é mera coincidência.

Sobre as rendas informadas pelas oportunidades: As rendas retratadas pelas oportunidades nesta literatura não são necessariamente representativas da renda, se houver, que um empreendedor possa ou irá ganhar com a sua participação no Plano de Compensação de cada empresa indicada. Estes números não devem ser considerados como garantias ou projeções de seus ganhos reais ou lucros. Qualquer representação ou garantia de lucros seria enganoso. Sucesso com resultados em cada oportunidade ou empresa apenas de esforços bem sucedidos de vendas, que exigem muito trabalho, diligência e liderança. O seu sucesso dependerá de como você efetivamente exerça essas qualidades para produzir um resultado satisfatório. Portanto, o site Marcoke.com não se responsabiliza pelas informações prestadas pelas empresas indicadas neste site ou que, porventura, estejam linkados em outros sites no sistema de "troca de links". VEJA MAIS EM TERMOS E CONDIÇÕES!




 

Oportunidades Renda Extra
 » FR Promotora
 » Imagem Folheados
 » Publipt.com
 » STC O Verdadeiro

Marcoke Recomenda

 » Webempreendedor
 » Sentinela Web

Siga o Marcoke

 » Facebook
 
 
Serviço de Monitoramento Sentinela Web
 
ANUNCIANTES
 
 

 

 

 

 

SiteMeter by Banner-Link!

 
 
 
Home | Legislação sobre Multinível | Termos e Condições | Parcerias | Contato
Copyright © 2006 - 2013 by Marcoke.com. All right reserved.